Série The Replacement utilizou as lentes da Cooke Optics

Direção de fotografia da produção britânica utilizou as lentes da série S4/i para manter a qualidade mesmo com diferentes condições climáticas e de iluminação 

Compartilhe

Receba nossa newsletter
Maio de 2017 Edição do Mês

Da Redação


 

Estreada no último dia 28, a série“The Replacement” é o novo drama da BBC que aborda os dilemas da carreira de uma jovem executiva que engravida após conseguir um grande contrato de trabalho. Escrita e drigida por Joe Aeharne e estrelada por Morven Christie e Vicky McLure, o programa conta com a direção de fotografia de Nick Dance que aposta em lentes Cooke S4/i e Câmeras Arri ALEXA para traduzir toda a emoção da produção. 

“Esse modelo tende a ser a minha primeira escolha, já que ela atende às principais exigências para as gravações”, afirmou Dance. “Ainda que a história precisasse ter uma aparência real nós queríamos que as protagonistas femininas estivessem com o melhor aspecto possível e ainda assim parecessem críveis e com essas lentes conseguimos isso”, afirmou ele.

As filmagens aconteceram em Glasgow, na Escócia, e estavam susjeitas às mudanças climáticas, mas, segundo o diretor a combinação de lentes Cooke, câmeras ALEXA e a colorista Sonny Sheridan, garantiu um bom resultado ao trabalho. 

“Conseguimos manter o contraste desejado mesmo com todas as condições de iluminação. Incluímos o lens flare especialmente quando a história sobre a paranoia começa e, com as lentes, a imagem se manteve sólida, não foi abalada mas tem um efeito flare e bokeh sutis”. 

O set principal, dos escritórios dos arquitetos, também representou um grande desafio de iluminação já que destaca em quase 360º os vídros laminados de janelas e paredes. O diretor explicou que não poderia utilizar as lentes ND por conta do trabalho para retirá-las caso as condições de luz ou do tempo fossem modificadas. “Eu não queria iluminar demais o interior e usar grandes lâmpadas causaria muitos reflexos. As lentes ajudaram a manter o contraste mesmo com todos os desafios e nos deram profundidade extra e textura que nós não teríamos em paredes sólidas”, afirmou. 

 

Notícias Relacionadas